ENSINAMENTOS BÁSICOS DO CRISTIANISMO, COMUNICANDO CRISTO A OUTROS (Discipulado Lição 19)

ENSINAMENTOS BÁSICOS DO CRISTIANISMO, COMUNICANDO CRISTO A OUTROS (Discipulado Lição 19)
Vidas Para Cristo
Vidas Para Cristo

Últimos posts por Vidas Para Cristo (exibir todos)

Comunicando Cristo a Outros

Muitos falam de sua experiência com Cristo de forma diferente de você. Na verdade, os acontecimentos, ações, reações e emoções são diferentes. Entretanto, há um fato comum a todos os que se encontra em Cristo e entregam suas vidas a ele: a transformação da vida.
Testemunhar é comunicar a outros tudo que Jesus fez e está fazendo em sua vida.
Não tenha medo de contar para todo o mundo o que Cristo fez por você.

O que é testemunha

1) É contar algo que você viu e ouviu ou que aconteceu com você. É falar com outros de sua experiência com Jesus. Atos 22:15.

2) É comunicar a outros o que é necessário para sua salvação.

“Testifiquei, tanto a judeus como a gregos, que eles precisam converter-se a Deus com arrependimento e fé em nosso Senhor Jesus. Atos 20:21

 

Comunicar o quê?

1) Conte como era a sua vida sem Cristo: o seu espirito estava morto nos seus pecados (Efésios 2:1). Os problemas na vida surgem porque o espirito do homem não está recebendo orientação e está afastado de Deus. Pense em alguns problemas que você enfrentava antes de receber a Cristo.
O Espirito estava sem comunicação com Deus(morto). Não havia paz no coração. A alma, que é o que pensa, sente e deseja, era controlada por você mesmo. As suas decisões eram baseadas naquilo que você pensava e não na palavra de Deus. O seu corpo sofria por causa de suas paixões e desejos. Muitas pessoas sem Cristo se entregam a prática de vários vícios.

2) Conte o que Jesus fez por você: Ele morreu e ressuscitou pelos seus pecados para te dar uma vida nova. Isto é, trocar seu Espirito morto por um Espirito vivo por Ele. 1Pedro 2:24.

3) Conte que não existe outro que possa fazer a mesma coisa por alguém. Jesus é o único que pode nos dar uma vida nova. Jesus disse:

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

Jesus não é uma das soluções, mas a única solução. Só Jesus venceu a morte e só Ele pode dar vida. Ninguém mais pode penetrar no espirito do homem e transformá-lo completamente.

4) Conte como você entregou a sua vida a cristo: arrependeu-se dos seus pecados e convidou Jesus para ser o seu Senhor e Salvador. 1Pedro 2:24.
Quando Jesus deu vida ao seu Espirito, seu corpo e sua alma também foram transformados.
Não temos vida porque somos bonzinhos, ou temos boá moral, vida reta, etc. (Romanos 3:10); nem por boas obras (Efésios 2:8-9); nem porque temos uma religião (João 3 – a história de Nicodemos – ele era um homem religioso, mas precisava nascer de novo).
Passamos a ter uma nova vida quando Jesus entra em nós, por meio do arrependimento dos pecados e da entrega da vida a Ele (Gálatas 2:20).

5) Conte qual foi o resultado em sua vida: O seu espirito recebeu vida nova (Efésios 2:1). O seu corpo passou a ser a morada do Espirito Santo (1Coríntios 6:9). Os seus pensamentos, desejos e decisões (alma) passaram a ser controlados por Cristo 2Corintios 10:5).
Quando convidamos Jesus, Ele vem para assumir o controle completo do nosso ser: Espirito, alma e corpo.

6) Desafie a pessoa a fazer a mesma coisa que você fez:

a) Reconhecer que seu espirito está morto (perdido) e que Jesus é o único que pode livre-lo desta situação. 1Timóteo 2:5.

b) Deseja mudar de vida. Leia toda a história do filho perdido em Lucas 15:11-32.

c) Arrepender -se dos pecados, Atos 2:38.

d) Entregar, num alto de fé, a sua vida a Jesus. Pedir que Ele venha para a sua vida como senhor e salvador. João 1:12. Explique para a pessoa como fazer isso.

“ Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. Romanos 6:23

 

Por que testemunhar?

1) É ordem de Jesus.

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. Atos 1:8

2) É um privilégio – somos embaixadores de Deus – 2Corintios 5:20.

3) É uma demonstração de amor (2Corintios 5:14). Estamos oferecendo o que as pessoas mais precisam. O amor de Cristo nos leva a agir assim.

4) É necessário porque as pessoas estão perdidas.

“Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido.Lucas 19:10

“Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.Efésios 2:12

Sempre haverá pessoas precisando de Jesus e prontas a ouvir sobre Ele (fique atento!).

5) Faz parte do nosso crescimento espiritual. A pessoa salva é usada por Deus como instrumento para a salvação e edificação de outro (2Timóteo 2:2).

É Grande a alegria que sentimos ao ver pessoas sendo salvas e andando nos princípios de Deus.

“Nada me alegra mais do que os meus filhos vivem de acordo com a verdade”. 3João 4.

 

De que precisamos dará testemunhar?

1) ter certeza da salvação1 João 5:13. Não posso falar de algo que não é real para mim.

2) Ter uma vida limpa – deixar Cristo controlar todas as áreas da minha vida. 1Pedro 3:15.

3) Orar pelas pessoas – é importante ter uma lista de oração com nomes de pessoas que você quer que sejam salvas por Cristo. Efésios 6:19.

4) Crer – que o Espirito Santo vai agir na vida das pessoas.

“E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. João 16:8

5) Falar da pessoa de Jesus – e não de uma religião ou igreja.

6) Comunicar –  desenvolver uma maneira de falar da mensagem de Deus. A lição 6 – As  quatro leis espirituais” poderá lhe ajudar.

7) Falar de Jesus – deve ser algo natural que você esteja vivendo e não algo forçado. Entendendo que este jeito de viver seja algo de muito valor para as pessoas que necessitam de Jesus.

 

Coisas que atrapalham no testemunho

1) Pecados não confessadosprovérbios 28:13.

2) ter vergonha de falar ou faltar de coragem.

“Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Romanos 1:16

3) Mau testemunho – problemas de relacionamento que ainda não foram acertados com outras pessoas. Romanos 12:17-20.

4) Não saber como comunicar a fé em Jesus.

“Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós, 1 Pedro 3:15

5) falta do poder do Espirito Santo –  Atos 1:8.
Deus já providenciou todas as coisas para que estas dificuldades sejam superadas e possamos falar livremente de Jesus Cristo.

“Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; 2 Pedro 1:3

 

Coisas que ajudam no testemunho

1) A maneira de falar deve ser agradável, natural e pessoal. Ás vezes, o que dizemos é certo, mas falamos de forma errada e a pessoa cria uma barreira com Jesus.

2) Não discuta coisa desnecessária como religião ou pontos de vista diferente que causam confusão.

3) A apresentação do Evangelho deve ser clara, simples e compreensível.

 

Conclusão

Quando testemunhos acontecem reações negativas como críticas, zombaria e perseguição. Mas também acontecem conversões e transformações. Por isso, temos que plantar sempre a semente da palavra de Deus nos corações das pessoas.

 

PARTE II

FUNCIONANDO EM REDE
MT 28:18-20, MC 16:15-16, AT 1:8, RM 10:10-17

OBJETIVOS:

Ao concluir este Estudo você será capaz de:

  • Escrever os Versículos-Chave de memória.
  • Definir “funcionar em rede”.
  • Explicar como a igreja é uma rede.
  • Discutir os pontos fortes de uma rede.
  • Discutir a importância dos dons espirituais e do funcionamento em rede.
  • Explicar a unidade que deve ser o resultado de funcionar em rede.
  • Explicar a aplicação prática de funcionar em rede.

 

VERSÍCULOS-CHAVE:

 

“Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. 3 Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. 4 Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.”  Filipenses 2:2-4 

 

INTRODUÇÃO

Você já tem aprendido muito sobre a evangelização, neste estudo vamos focar na compreensão e funcionamento da REDE, talvez a magnitude dessa tarefa esteja te angustiando um pouco. De fato, é uma “grande” comissão!  Mateus 9:35-38

Mas você não está sozinho enfrentando este desafio! Você é parte de uma grande multidão de obreiros nos campos de colheita do Senhor. Nesse estudo você aprenderá a importância de conectar-se em rede com outros para o propósito da evangelização.

 

FUNCIONANDO EM REDE

 

Uma rede é a união de muitos segmentos para formar um todo. Simplesmente declarado, uma rede consiste em pessoas que falam unas com as outras, compartilhando ideais, informações e recursos para realizar uma meta comum. Uma rede pode comparar-se a uma rede de pesca formada por uma multidão de células de tamanhos variados, cada uma unida diretamente ou indiretamente a todas as outras. O próprio corpo humano é uma rede de nervos, músculos, e sangue. O Pai, Filho, e o Espírito Santo é uma rede divina de três que são UM.

Quando nós funcionamos em rede para a evangelização, nós falamos com outros crentes, igrejas, e organizações cristãs para compartilhar ideais, informações e recursos para realizar a meta comum de alcançar o mundo com o Evangelho. Nenhum IRMÃO, PESSOA, denominação, igreja, ou agência missionária deve pensar em si mesmo como o único instrumento escolhido pelo Senhor para evangelizar o mundo. Funcionar em rede em relacionamentos horizontais com outros é o plano de Deus, como é ilustrado na estrutura da Igreja.

 

 

A IGREJA É UMA REDE

A Igreja é um exemplo de funcionamento em rede.

“Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.5 E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. 6 E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. 7 Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. 8 Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; 9 E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; 10 E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.11 Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. 12 Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. 13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. 14 Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. 15 Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? 16 E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo? 17 Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato? 18 Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. 19 E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? 20 Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo. 21 E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós. 22 Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários; 23 E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra. 24 Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela; 25 Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.  26 De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. 27 Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular. 28 E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. 29 Porventura são todos apóstolos? são todos profetas? são todos doutores? são todos operadores de milagres? 30 Têm todos o dom de curar? falam todos diversas línguas? interpretam todos? 31 Portanto, procurai com zelo os melhores dons; e eu vos mostrarei um caminho mais excelente.” 1 Coríntios 12:4-31

 

Nesta passagem, a Igreja é apresenta como um corpo unido de muitas partes com crentes dotados que funcionam juntos em ministério e missão. Assim como um corpo natural, cada membro deste corpo espiritual tem um propósito. Cada um está numa cooperativa e coordenada função com o resto do Corpo. O poder controlador da rede da Igreja é a autoridade da Palavra de Deus e o senhorio do Senhor Jesus Cristo.

 

OS PONTOS FORTES DE FUNCIONAR EM REDE

As pessoas têm usado exemplos diferentes para ilustrar seus relacionamentos ativos com outros. Algumas pessoas têm usado o exemplo de uma cadeia unida:

o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o 

Argolas de uma Cadeia

Se você ou seu ministério funciona como as argolas numa cadeia, corre o risco de uma argola mais fraca quebrar e afetar toda sua cadeia. Uma argola fraca pode levar toda a cadeia a romper-se, e a comunicação entre as outras é quebrada.

Algumas pessoas e ministérios têm se organizado para uma tarefa baseadas numa estrutura de pirâmide, com os líderes na parte de cima, e os obreiros na base: 

Líderes

o

ooo

ooooo

ooooooooo

ooooooooooooooo

 

Obreiros

Este tipo de organização tem problemas semelhantes à estrutura da cadeia. Se a liderança falha na parte de cima ou nos níveis do meio, ou se as pessoas falham na base, o funcionamento é todo impedido: 

 

Líderes 

o

ooo

 

Estrutura quebrada – – falha – – – – – – GERANDO DIVISÃO, MORTE ESPIRITUAL. 

ooooo

ooooooooo

ooooooooooo oo   o 

 

Obreiros

Durante anos, esta tem sido a maneira que nós organizamos as pessoas para fazer a obra do Senhor. Mas esta estrutura produz competição em lugar da cooperação. As pessoas passam por cima umas das outras para chegar à serem superior, mais importantes, muitas querem ser honradas, e serem reconhecidas pelo ótimo trabalho prestado, caindo na mesma condenação de satanás. Lc 22:26, Mt. 20:26. Para que isso não acorra os crentes devem organizar-se para a obra do ministério no modelo de funcionamento em rede. Funcionar em rede não tem os problemas das argolas em cadeia ou de uma organização em pirâmide.

Aqui está um diagrama de uma estrutura funcionando em rede:

Ainda se por ventura uma porção da rede falhar, a rede circundante continua funcionando. A rede funciona semelhante a um corpo natural o qual se compara a Igreja. Se seu dedo polegar sofreu algum machucado, seus outros dedos ou a sua outra mão vêm em sua ajuda para ajudar-lhe a realizar as tarefas necessárias.

 

O mesmo é verdade no Corpo de Cristo. Quando você funciona em rede com outros para a evangelização, eles proporcionam a força aonde você tem debilidades. Você proporciona a força aonde eles têm debilidades. As pessoas não competem entre si, pois ao funcionar em REDE não há nenhuma “parte superior” para alcançar.

 

Ao funcionar em rede, nós combinamos os recursos com o propósito da evangelização. Nenhum de nós tem todos os dons espirituais sozinhos, nós temos apenas UM nível limitado de habilidades. Nós também não temos tempo, equipamento, materiais e finanças, tudo é limitado. Mas juntos, nós temos os recursos necessários e poderosos para uma grande colheita espiritual.

 

Outro ponto forte da REDE é que ela sempre estará estendendo-se enquanto os crentes constroem relacionamentos com aqueles de fora do Corpo de Cristo e os trazem à rede. Assim, a rede está sempre aumentando no tamanho e na eficácia.

 

OS DONS ESPIRITUAIS E O FUNCIONAR EM REDE

E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, 12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; 13 Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo, 14 Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. 15 Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, 16 Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor. Efésios 4:11-16

A escritura nos revela que Deus tem colocado dons especiais de liderança na Igreja para equipar ou preparar aos outros membros para a obra do ministério. Estes dons especiais de liderança são aqueles de apóstolo, profeta, evangelista, pastor, e mestre.

A tarefa destes líderes que tem esses dons é o de preparar as pessoas para a obra do ministério ajudando-as a descobrir e usar seus próprios dons espirituais.

Funcionar em rede não elimina a liderança dada por Deus. Mas em lugar de dividir o Corpo de Cristo, é a responsabilidade da liderança cristã reunir grupos diferentes de pessoas para realizar a meta comum que é a obra do ministério, equipando todo o corpo para a grande comissão de Cristo. Mt 28:18-21

 

FUNCIONAR EM REDE É UNIDADE

Nos idiomas originais da Bíblia, a unidade se refere a “unidade e unanimidade” em grego e em hebraico “unir”. A unidade é uma força muito poderosa. Deus destruiu a obra em Babel porque Ele sabia que as pessoas estavam unidas em propósito e nada seria impossível para elas (Gênesis 11).

 

A ilustração mais descritiva da unidade é a Deidade. Jesus orou que os crentes pudessem ser um, assim como o Pai estava Nele e Ele no Pai: 

“Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.” João 17:21

 

O resultado da unidade é o impacto evangelístico: “para que o mundo creia”. Os crentes que funcionam em rede na unidade são uma resposta à oração do Senhor com o propósito da evangelização.

O enfoque de nossa unidade não pode ser doutrinal, devido às várias interpretações de doutrina pelas diferentes denominações. Não pode ser organizacional devido  as varias organizações cristãs e ministérios. O enfoque deve ser a unidade de espírito habilitada pelo poder do Espírito Santo. 

O propósito de funcionar em REDE não é formar uma única igreja mundial sob uma autoridade humana, mas é a unidade dentro da diversidade que busca trabalhar para realizar o propósito de Deus juntos:  

“Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo, 10 De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra;” Efésios 1:9,10

A pesar das diferenças doutrinárias, todos os verdadeiros crentes têm a unidade posicional em Cristo. Todos nós somos parte de Seu Corpo. Devido a isto, nós devemos buscar a unidade funcional no ministério: 

Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. 3 Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. 4 Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. Filipenses 2:2-4

 

É por meio de nossa unidade amorosa que o mundo sabe que nós somos Cristãos: 

Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. João 13:35

 

A APLICAÇÃO PRÁTICA DE FUNCIONAR EM REDE

 

A aplicação prática de funcionar em rede para a evangelização significa que nós deixamos nossas próprias atividades de lado para cooperar uns com os outros para expandir o Evangelho e o Reino de Deus. Nós compartimos nossas ideias uns com os outros e buscamos com outros desenvolver o chamado.

Nós oramos juntos e trabalhamos juntos com uma meta comum. Nós compartimos recursos de pessoas, dons espirituais, equipamento, e finanças – todos com o propósito de evangelização e obediência ao IDE do Senhor Jesus.  

UMA NOVA REDE

 

A Bíblia registra dois eventos separados que envolvem o uso de uma rede no mundo natural e que ilustra uma grande verdade espiritual. o primeiro evento ocorreu ao princípio do ministério terreno de Cristo e se registra em Lucas 5:1-11. Os discípulos haviam pescado toda a noite e não haviam pegado nada. Jesus lhes disse: 

“E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.” (Lucas 5:4). 

 

Pedro disse: 

“E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.” (Lucas 5:5). 

 

Quando eles o fizeram, pegaram tantos peixes que a rede se rompeu e eles tiveram que chamar a seus companheiros noutro barco para vir ajudá-los. A pesca foi tão grande que encheu os barcos e eles começaram a afundar. Pedro estava assombrado quanto a isto, mas Jesus lhe disse: 

“E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens. Lucas 5:10

 

A pesca que Pedro havia experimentando no mundo natural não era nada comparada à grande colheita que ele segaria no mundo espiritual quando ele se fez pescador de homens. Um evento similar é registrado no final do ministério de Cristo em João 21. Os discípulos pescaram toda a noite e não pegaram nada. Al mais uma vez segundo a ordem de Cristo eles lançaram a rede e, uma vez mais, ela estava cheia com peixes. Mas de esta vez foi diferente da primeira. A rede não se rompeu: 

“Simão Pedro subiu e puxou a rede para terra, cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes e, sendo tantos, não se rompeu a rede. João 21:11

 

Estes milagres realmente aconteceram no mundo natural, mas eles foram parábolas (princípios) de uma grande verdade espiritual. A primeira vez a rede se rompeu, mas na segunda não. O que tem de diferente nisso?

 

A primeira rede foi um exemplo dos esforços do homem. Pedro era um pescador por profissão. Ele conhecia os métodos naturais e as tradições dos pescadores. Através da rede quebrada Jesus mostrou que os esforços do homem sozinho não poderiam cumprir a visão e a obra de Deus. Quando Pedro compreendeu o grande trabalho que Deus estava chamando-o, ele clamou: 

“E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador. Lucas 5:8

 

Pedro se tornaria pescador de homens. A rede velha não poderia acomodar a grande colheita espiritual que ele faria. Pedro teria que abandonar as tradições dos homens. Ele deve cruzar a linha  de separação entre o judeu e Gentil. A rede velha deve romper-se e ele deve tornar-se parte de uma nova rede.

Entre a primeira e a segunda pesca, uma nova rede foi criada. Estes eventos da pesca natural foram parábolas do que passou no mundo espiritual. Deus estava levantando uma nova rede. Acabaram-se a divisão entre os judeus e Gentios, rico e pobre, o escravo e o livre. ela se estenderia para incluir a Paulo, Barnabé, Silas, Tito e uma multidão de outras pessoas, e se expandiria de Jerusalém a Judéia e Samaria, para alcançar até ou último da terra.  Atos 1:8

O desafio da Grande Comissão não pode ser alcançado com nada menos que uma nova “REDE” no mundo espiritual. Deus disse que nos últimos dias Ele derramaria seu Espírito sobre toda a carne. Os profetas do Antigo Testamento profetizaram que nos últimos dias da colheita espiritual o ciclo seria tão grande que o arador alcançaria ao segador.

Uma pessoa, uma organização, ou uma denominação sozinha não podem fazer esta grande colheita espiritual. Por isto Deus disse que em estes últimos dias Ele verteria seu Espírito em toda a carne. Um Responsável trabalho de equipe deve aplicar-se a nossos esforços de evangelização se nós desejamos alcançar milhões e milhões de almas. o exemplo apostólico do Novo Testamento requer a uma equipe de pessoas dedicadas que trabalham eficazmente para com a singular meta de evangelização. Quanto mais agora que a sombra da noite começa a cair pelos campos espirituais das nações deste mundo.

E, adiantando-se dali, viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, num barco com seu pai, Zebedeu, consertando as redes; 22 E chamou-os; eles, deixando imediatamente o barco e seu pai, seguiram-no. Mateus 4:21,22

 

Observe o texto de Mt 4:21,22 João e seu irmão estavam remendando as suas redes quando Jesus os chamou. ELES estavam tentando reparar algo que estava rasgado, velho, inútil. Jesus os chamou a deixar suas redes, velhas e rasgadas e substituí-las por uma grande REDE espiritual. Eles foram chamados para fazer uma grande pesca não mais de peixes, mas agora de homens que vão herdar a vida eterna com Cristo Jesus.

E ao responder ao Chamado de Cristo eles se tornaram parte da nova rede para a evangelização e a salvação de homens.

Agora a perguntas é: Você está tentando remendar a rede velha das diferenças denominacionais e doutrinárias ou você ouvirá o Chamado de Cristo? Você deixará de lado a rede velha da competição, de querer ser superior, de querer aparecer mais do que os outros pela nova rede da cooperação, da unidade em Cristo para que o mundo possa ser alcançado com o Evangelho?

 

 

TESTE O SEU CONHECIMENTO

 

  1. Escreva os Versículos-Chave de memória.

“Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa. 3 Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. 4 Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros.”  Filipenses 2:2-4

 

  1. Defina “funcionar em rede”.

Uma “rede” é a junção de muitos segmentos juntos para fazer um todo. Simplesmente uma rede consiste em pessoas que falam umas com as outras, compartilhando dons, ideias, informação e recursos para realizar uma meta comum.

 

  1. Explique como a igreja é uma rede.

Leia 1 Coríntios 12:4-31. Nesta passagem a Igreja é vista como um corpo unido de muitas partes com crentes dotados que funcionam juntos em ministério e missão. Este é um exemplo de como funcionar em rede.

 

 

  1. Discuta os pontos positivo de funcionar em rede.

__________________________________________________________________

 

  1. Discuta a importância dos dons espirituais e de funcionar em rede.

__________________________________________________________________

 

  1. Explique a unidade que é o resultado de funcionar em rede.

A unidade do espírito.

 

  1. Explique a aplicação prática de funcionar em rede.

__________________________________________________________________
__________________________________________________________________

PARA ESTUDO ADICIONAL, APROFUNDANDO.

 

  1. Jesus tinha uma rede para a evangelização. Ele usou uma equipe de 12 discípulos e então estabeleceu outros e os mandou, de dois em dois, a cada povo e lugar onde Ele desejava a ir (Lucas 10:1).

 

Quando um dos discípulos encontrou alguém que não era parte de seu “grupo” ministrando cura e Libertação, ele perguntou a Jesus se ele deveria ser detido. Jesus ilustrou o “funcionar em rede” com a resposta que Ele deu. Lea sobre ela em Marcos 9:38-40.

  1. O ministério de Paulo começou como resultado de funcionar em rede. O Espírito Santo falou à Igreja de Antioquia e disse, “Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a qual os tenho chamado”. Ele não chamou a um indivíduo, mas uma equipe (Atos 13:1-3). Paulo e Barnabé foram os primeiros nesta nova rede.

Outros que depois se tornaram parte da rede de Paulo para a evangelização incluíam:

  •  João Marcos – Atos 13:5
  •  Silas – Atos 15:22
  •  Timóteo – Atos 16:1
  •  Lucas – Atos 16:10
  •  Priscila e Áquila – Atos 18:18
  •  Erasto – Atos 19:22
  •  Sópater – Atos 20:4
  •  Aristarco e Segundo – Atos 20:4
  •  Gaio – Atos 20:4
  •  Trófimo – Atos 21:27-29
  •  Tíquico – Efésios 6:21
  •  Tito – Gálatas 2:1
  •  Demas – 2 Timóteo 4:10
  •  Epafrodito – Filipenses 2:25
  •  Tércio – Romanos 16:22
  1. VEJA que funcionar em rede ou o ministério do Corpo é tão claramente um conceito bíblico…, por que ainda assim as pessoas resistem a ele?

As seguintes razões a seguir são comuns, porque nós não cooperamos uns com os outros e não estamos dispostos a obedecer a palavra de Deus.

Isso deve ser superado se nós desejamos funcionar em rede com êxito:

  • Nós tememos perder o controle: Nós tendemos a pensar que nós estaremos perdendo o controle de nossa organização, chamado, cargo, ministério ou igreja para outros.
  • Nós enfatizamos as diferenças em lugar do propósito e da posição comum: Nós damos ênfase em como nós somos diferentes dos outros em lugar focar no que nos é comum, que nós somos um em Cristo e temos uma meta comum de evangelização, temos um alvo comum ganhar que é o de ganhar VIDAS PARA CRISTO.
  • Nós tememos perder o apoio: Nós temos medo que se nós cooperamos com outras pessoas, “elas podem ficar melhor do que nós e nos abandonar”  Filipenses 2:3,4

 

share

Deixe um Comentário...

WhatsApp Br