As Testemunhas de Jeová – Uma Seita perigosa!

As Testemunhas de Jeová - Uma Seita perigosa!
Vidas Para Cristo
Vidas Para Cristo

Últimos posts por Vidas Para Cristo (exibir todos)

As Testemunhas de Jeová

Introdução: A maioria de nós certamente já recebeu uma visita ou teve contato com as testemunhas de Jeová. Um fato preocupante entre nós é que muitos evangélicos não estão preparados para dialogar com as testemunhas de Jeová, por não terem conhecimento suficiente para refutá-las. Isso porque muitos não freqüentam a Escola Dominical ou cultos de doutrinas e também não estudam a Bíblia. Essas pessoas quando são confrontadas, não tem muito que responder. As testemunhas de Jeová costumam andar de dois em dois e preferem as casas dos evangélicos, onde se apresentam como “membros de uma sociedade de estudo da Bíblia”, para iniciar o proselitismo.

Origem das Testemunhas de Jeová: Se tivesse sido obedecido o que diz em Deuteronômio 18.22, não se veria agora em certas casas o rótulo: “Salão do Reino”. Não chegariam à nossa porta os vendedores da revista “Torre de Vigia” e os livros “Seja Deus Verdadeiro”, “Harpa de Deus”, e outros desse estilo. Não existiria o grupo religioso chamado Testemunhas de Jeová. Embora as profecias de seu fundador sejam falsas, continuam a propagá-las, e contam atualmente com milhares de membros ao redor do mundo.

a) Fundador da seita: No ano de 1870, o jovem Charles Taze Russell, com 18 anos de idade, organizou uma classe na cidade de Pittsburgh, Pennsylvania, Estados Unidos. O propósito era estudar a Bíblia, especialmente as partes proféticas. Embora a predição de Guilherme Miller, de que Cristo voltaria à terra em 1844 não se tivesse cumprido, Russel estava convencido de que seu método de interpretação bíblica era correto e o usou para fazer seus próprios cálculos e predições sobre a vinda do Senhor.

b) Desenvolvimento da Seita: Com o passar dos anos aumentavam os grupos de “Estudantes da Bíblia”, e também aumentavam as “descobertas” de seu mestre. Começou a ensinar que Cristo não ressuscitara corporeamente da tumba, mas sim, como espírito. Portanto, seu regresso seria espiritual e não corporal. Segundo seus cálculos, Cristo regressou ao mundo espiritualmente no ano de 1874 e o milênio começou nessa data. Veja Lc 24. 36-44. Agora era preciso proclamar as boas-novas, explicar o plano divino e reunir os verdadeiros seguidores de Cristo para que participassem do reino do Senhor. Com este propósito iniciou em 1879 a publicação do periódico: A torre de Vigia e o Arauto da Presença de Cristo.

c) Nomes da Seita: Em 1884 transformou-se em organização internacional: “A Sociedade de Tratados da Torre de Vigia”, também conhecida por “Sociedade da Torre de Vigia de Sião”. “Associação Internacional de Estudantes da Bíblia”. O Reino Teocrático”. “O Púlpito do Povo”. “A Aurora Milenial”. “O Russelismo”. Sociedade Bíblica de Tratados da Torre de Vigia”, e desde 1931 leva o nome oficial de “Testemunhas de Jeová”. As mudanças constantes do nome da seita revelam inconstância e falta de firmeza doutrinária.

d) As predições falsas das Testemunhas de Jeová: Quanto mais se examina uma seita, mais se descobrem as suas falácias. Por outro lado, quanto mais alguém estuda a Bíblia, mais confia nela. Um dos maiores inimigos das Testemunhas de Jeová é a sua própria literatura e as declarações de sues líderes. Veja Dt 18.21,22; Mt 24.11; 1 Tm 4.1-6.

e) Predições Falsas de Russel: Russel disse que o tempo dos gentios terminaria em 1914. Isto não se verificou. Pois até 1967 uma parte de Jerusalém estava em posse dos gentios (Lc 21.24). Em 1889 escreveu: “Dentro dos seguintes vinte e seis anos todos os atuais governos serão derrubados e dissolvidos. (Seria em 1915). Outra grande mentira. No ano de 1914 as Igrejas cristãs seriam destruídas. A batalha do Armagedon teria lugar em 1915. No ano de l914 a Igreja Católica Romana desapareceria. Em 1914 todos os governos, bancos, escolas e Igrejas seriam completamente destruídos”.

f) Outras predições falsas: Em 1918 escreveram: “Portanto, podemos esperar confiadamente que 1925 marcará a volta de Abraão, Isaque, Jacó e os profetas fiéis da Antigüidade, particularmente aqueles nomeados pelos Apostolo em Hebreus capítulo onze, à condição de perfeição humana”. (Milhões dos que agora vivem jamais morrerão) pp.89-90. Em 1931 escreveram: “Houve uma medida de desapontamento da parte dos fiéis de Jeová na terra concernente aos anos de 1914,1918 e 1925, cujo desapontamento durou por um tempo… e aprenderam também deixar de fixar datas”. (Justificação Lv. I, pp.338-339). Isso é incrível! Eles mesmos reconhecem que suas falsas profecias.

g) Líderes que sustentaram as falsas predições: Nos quase cem anos de existência, as Testemunhas de Jeová tiveram somente três dirigentes: Charles Russell; o juiz Rutherford e atualmente Nathan H. Knorr, desde 1942. Rutherford escreveu cem livros publicados em vários idiomas. Ensinava que todas as Igrejas organizadas (menos as Testemunhas de Jeová) eram do diabo e desde o tempo apostólico o Cristianismo havia constituído a igreja apóstata. É lamentável! Eles se acham os únicos mediadores. (Jo 14.6).

As Doutrinas das Testemunhas de Jeová

A torre de vigia tem ensinando aos seus membros que somente eles tem a verdade, e essas verdades são esclarecidas através de seus escritos. Portanto, são programados para ensinar suas doutrinas e crêem que estão fazendo o correto.

a) Sobre a Bíblia: Crêem que a Bíblia é a Palavra de Deus, porém para compreender o sentido correto têm de interpretá-la segundo os escritos de Russel e de Rutherford. Na prática estes substituem a Bíblia. Com respeito aos seus livros: “Estudos das Escrituras”, Russel disse: “São praticamente a própria Bíblia”. Advertiu do perigo de ler só a Bíblia, sem seus livros. Aquele que o fizesse, embora familiarizado com os Estudos das Escrituras, dentro de dois anos, “voltaria à obscuridade”. Por outro lado, o que não lê a Bíblia, porém lê os escritos de Russel, terá a luz. Veja o que Jesus diz: Jo 7.38; 5.39; Sl 119.107,130; 19.7,8.

b) Sobre a Trindade: Dizem que a Doutrina da Trindade é uma superstição herdada do paganismo egípcio e babilônico. Estudos p. 64. A doutrina da trindade está bem clara em toda Bíblia. Só não a vê quem está cego. Gn 1.26, “Elohim”, traduzido por Deus, é um plural, indicando mais de uma pessoa. Veja ainda: Gn 11.7; Is 6.8; Mt 3.16,17; Mt 28.19; Ef 3.14-16; Hb 9.14; 2 Co 13.13; 1 Jo 3.23,24; Jd 20,21; 1 Pe 1.2 etc.

c) Sobre a Divindade de Cristo: Negam que Jesus Cristo seja Deus. Afirmam que é um ser criado como são os anjos e o homem….”Seja Deus Verdadeiro” p.35. Argumentam ainda que Miguel é Jesus. Se compararmos o uso da palavra Jeová no Antigo Testamento com o Novo Testamento, veremos que o mesmo nome usado para Jeová, usa-se para Jesus. Compare: Is 6.1 e Jo 12.41; Is 8.13 1 Pe 3.15; Is 40.3 e Mt 3.3; Sl 68.18 e Ef 4.7,8; Hb 1.10 e Sl 102.24; Jô 38.4. Gn 1.1 e Jo 1.3; Is 41.4 e Ap 1.7; Is 44.6 e Ap 2.8; Is 48.12 e Ap 22.13. São provas sobejas para provar a divindade de Cristo.

Outros erros doutrinários da seita

As incoerências doutrinárias e falsas predições são abundantes. Por falta de espaço, não temos condições de expô-las todas; segue-se a síntese de mais algumas:

a) Erros sobre a doutrina do Espírito Santo: Dizem que o Espírito Santo não é uma pessoa, mas somente uma influência, uma força ativa, e “além disso”, não pode ser recebido por ninguém fora da associação das Testemunhas de Jeová. “Uma exclusividade deles”. A Palavra de Deus diz ao contrário. Ensina que o Espírito Santo é uma Pessoa. Ele é eterno (Hb 9.14), Onipotente (Lc 1.35,37); Onisciente (Sl 139.1-12); Tem atributos de uma pessoa(1 Co 2.10) Ensina (Jo 14.26); Fala (At 13.2); Testifica (Jo15.26) e pode ser buscado (Lc 11.13); Poder ser recebido(Lc 7.38,39; At 2.1-4; 19.2 etc.)

b) Aniquilação dos maus. Dizem que os maus serão aniquilados: Este tipo de ensino é atraente para o coração humano que quer andar em seus próprios caminhos sem tomar responsabilidades com Deus. Em Mt 25.41-46, Jesus representa o castigo dos maus como coisa tão eterna quanto ao gozo dos salvos. Veja ainda: Mt 3.12; Ap 14.10-11; Ap 20.10. Notamos que depois do milênio o diabo será lançado no lago de fogo onde já se encontram a besta e o falso profeta, que foram lançados ali no princípio do milênio (Ap 19.20).

c) Erros de Tradução da Bíblia (TNM): A Tradução Novo Mundo(TNM) está adulterada e adequada às suas doutrinas: Veja alguns exemplos: Em Gn 11, a tradução correta é: “… E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”. A TNM diz: “…E a Força Ativa de Deus…” . Em Mt 28.17, o verbo “adorar” foi adulterado por “prestar homenagem. Em Jo 1.1 a TNM traduz “…E a Palavra era [um] deus…”. Usa letra minúscula, querendo diminuir Jesus Cristo, colocando-o como um deus qualquer. É lamentável!

Conclusão: Procuramos demonstrar abreviadamente que as Testemunhas de Jeová deturpam os pontos principais de nossa fé. Adulteraram a tradução da Bíblia; negam a Trindade, negam a divindade de Jesus, não crêem no Espírito Santo como Deus, negam que Jesus ressuscitou corporalmente, não acreditam no tormento eterno e só aceitam a interpretação da Bíblia segundo os escritos de Russel. Para eles Cristo já voltou espiritualmente desde 1874 e já estão vivendo o milênio. Cremo que isso é o suficiente para diagnosticar sua cegueira espiritual ( 2 Co 4.4). Vamos ganhá-los para Cristo?

Bibliografia

CROCE. José Elias, Comentários sobre Seitas e Heresias, Editora Betel, Rio de Janeiro, RJ. Primeiro Trimestre do ano 2000.
SILVA, Esequias Soares, Testemunhas de Jeová, Comentário Exegético e Explicativo.
Escola de Educação Teológica Pr. Elyseu Queiroz de Souza, 1ª Edição, 1991, Jundiaí, SP.
RINALDI, Natanael, ROMEIRO, Paulo. Desmascarando as Seitas, CPAD. 2ª Edição, Rio de Janeiro 1977.
MANZANARES, César Vidal. Pai, Onde estão os Teus Filhos? Editora Vida.

Copiado do site Planeta Evangélico


Jesus é Senhor [É DEUS] e Salvador!

Muito cuidado com os inimigos da cruz. As seitas negam a divindade de Jesus, isto é, dizem que Jesus não é Jeová; que Ele não é nosso Senhor e Salvador. Esses são os anticristos. As Igrejas Cristãs atestam que o Filho – JESUS – é o Deus encarnado. Eis o que diz a Bíblia:

01) Jesus é Jeová, que se fez homem e habitou entre nós (João 1.1,2, 14).

02) O próprio Jesus disse: “Eu e o Pai somos um” (João 10.30, 38)

03) Jesus disse: “Quem me vê a mim, vê o Pai” (João 14.9; 2 Co 4.4).

04) Jesus disse: “Antes que Abraão nascesse, EU SOU” (João 8.58); “Se não crerdes que EU SOU, morrereis em vossos pecados” (João 8.24). Jesus usou o mesmo nome usado por Jeová: EU SOU (Êx 3.14). “Eu Sou” transmite idéia de eternidade. Jesus é Eterno; não foi criado. Os inimigos de Cristo morrerão em seus pecados.

05) Jesus é Senhor dos vivos e dos mortos (Romanos 14.9).

06) Jesus é o Criador de todas as coisas (João 1.3; Cl 1.15-17).

07) Jesus é o “nosso grande Deus e Salvador” (Tito 2.13; 2 Pe 1.1,11).

08) Jesus deve ser adorado como Deus (Hb 1.6-8).

09) Devemos adorar somente a Deus (Mt 4.10), mas Jesus recebeu e aceitou adoração porque se igualava ao Pai (Mt 2.2,11; 8.2; 14.33; 28.9; Jo 9.38).

10) A Bíblia diz que a Igreja é de Deus (Atos 20.28). Igualando-se a Jeová, Jesus diz: “Minha Igreja” (Mateus 16.18).

11) A Bíblia diz que Jesus é DEUS-CRISTO e que nEle habita TODA a divindade (Colossenses 2.2-3, 9).

12) Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (João 14.6). O artigo definido “o” identifica, individualiza e indica Jesus como a única verdade.

13) A Bíblia diz que Jeová é autor da vida (1 Samuel 2.6). O mesmo título é dado a Jesus (Atos 3.15).

14) A Bíblia diz que somente Deus pode perdoar pecados (Isaías 1.18; 43.25; Provérbios 28.13; Mateus 6.12; Lucas 5.17ss). Jesus, na qualidade de Deus feito homem, e conhecendo os corações dos homens, perdoou muitos pecadores (Lucas 23.43; João 5.14; Mateus 9.2).

15) A Bíblia chama Jesus de Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz (Isaías 9.6).

16) Ao ver Jesus ressuscitado, Tomé disse: “Senhor meu e Deus meu” (João 20.28). Jesus não repreendeu o discípulo por ter sido chamado de Deus e Senhor. Ele é realmente Deus, Senhor e Salvador.

17) A Bíblia diz que Jesus é “Deus bendito eternamente” (Romanos 9.5).

18) A Bíblia diz que Jesus é “o verdadeiro Deus e a vida eterna” (1 Jo 5.20).

19) A onipotência é atributo exclusivo da Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). Jesus se declarou onipotente: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim; aquele que é, que era e que há de vir, o TODO-PODEROSO” (Ap 1.8).

20) A Bíblia diz que Cristo é o nosso Salvador (Tito 3.4-6). O próprio Jesus declarou ser Salvador (Mt 18.11; João 3.18).

21) A Bíblia diz que em nenhum outro nome há salvação, somente em Jesus Cristo. Jeová salva e Jesus salva porque os dois são UM (Atos 4.12).

Complemento em Vídeo:

MENTIRAS DAS TESTEMUNHAS DE JEOVA

A História Secreta das Testemunhas de Jeová – Descubra como tudo começou!

A Ressurreição de Jesus como Fator Existencial: Quem te Perdoou? E com base em que Poder você vive?

#1087 O que são as Testemunhas de Jeova?

 

 

Testemunhas de jeová, DOUTRINA DE DEMÔNIOS.

 

share

Deixe um Comentário...

WhatsApp Br